Núcleo Telessaúde Acre recebe visita de equipe do Ministério da Saúde

 

A equipe de profissionais da Coordenação Nacional de Telessaúde esteve no Acre no período de 30/05 a 01/06/2017 a fim de realizar treinamento em serviço nos sistemas de informação utilizados para o registro de dados (SMART e Plataforma Nacional). Na oportunidade, foram discutidas propostas para o fortalecimento do Núcleo Telessaúde Acre com a habilitação de mais um serviço: a Tele-educação – que objetiva realizar ações de educação permanente para as equipes de saúde por meio de web conferência, vídeo conferência, cursos EAD, Web palestras e/ou reuniões, entre outras.

Dentre os compromissos da agenda destacam-se a visita à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa-RNP – Pop-Ac para conhecer a estrutura local e trocar ideias sobre a parceria com o Núcleo Telessaúde Acre, reunião com a gerência do Departamento de Atenção Primária, Políticas e Programas Estratégicos, Psicólogo João Paulo Silva e reunião com o Secretário Adjunto de Saúde – Ráicri Barros e Chefe da Divisão de Gestão-MS/AC – Halley Dias, onde foi apresentada a proposta de parceria com outros Núcleos de Telessaúde de Referência (Minas Gerais e Goiás) para as ações de Telediagnóstico, através de laudos para exames de Eletrocardiograma e Retinografia e a continuidade de aporte financeiro através de convênio para a manutenção e o fortalecimento das atividades do Telessaúde Brasil Redes no Acre.

FÓRUM DE EDUCAÇÃO PERMANENTE: “INOVANDO O SABER SAÚDE”

 

Vem aí o 1° Fórum de Educação Permanente em Saúde realizado em parceria entre Secretarias Municipal e Estadual de Saúde e UFAC, discutindo sobre o desafio da integração ensino-serviço-comunidade.

O Fórum é uma das ações do projeto do Ministério da Saúde PET-SAUDE GraduaSUS.

O projeto tem como foco a construção de práticas curriculares integradas, realizadas na perspectiva da interdisciplinaridade, a partir de reestruturação curricular dos cursos. Com isso, pretende-se favorecer a comunicação entre os graduandos das diferentes áreas, potencializando a ação colaborativa entre os profissionais de saúde.

Além disso, pretende-se construir estratégias educacionais centradas na família e na comunidade, que auxiliem na construção de um pensamento reflexivo sobre o trabalho do profissional com melhor qualificação e atitude frente às necessidades da população.

O Fórum de Educação Permanente “Inovando o saber saúde – o desafio da integração ensino-serviço-comunidade” é uma das principais estratégias do projeto Projeto PET-Saúde/GraduaSUS, e tem a proposta de servir como espaço de discussão permanente, envolvendo instituições formadoras (públicas e privadas), acadêmicos, serviços de saúde e representantes da comunidade, como espaço de articulação interinstitucional, com objetivo principal de discutir sobre temas centrais no campo educacional.

O forum acontece nos dias 1 e 2 de junho na UFAC e é aberto a todos profissionais, docentes e discentes na área da saúde e comunidade.

Garanta sua inscrição através do link:

https://www.sympla.com.br/forum-de-educacao-permanente-inov…

Antes de darmos início ao Fórum, temos nossa corrida PET-Saúde GraduaSUS no dia 27/05/17 as 16h no campus da UFAC. Local de concentração: Quiosque da Capivara a partir das 15h. Inscrição: 1kg de alimento

 

Governo oferece 25 vagas para curso de aperfeiçoamento em radiologia

Por meio de uma parceria entre a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) e do Instituto Dom Moacyr, estão sendo ofertadas 25 vagas para um curso de aperfeiçoamento em radiologia. A capacitação é destinada exclusivamente a profissionais que já atuam na área e é ofertada pelo programa de Educação Permanente em Saúde.

As inscrições já estão abertas e vão até o dia 26 de maio. Quem tiver interesse, precisa comparecer a Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha, situada na Rua Tribunal de Justiça – BR 364 – KM 02, em Rio Branco, no horário das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30.

DIAHV promove Cúpula Mundial de Hepatites em São Paulo, em novembro, com OMS e Aliança Mundial de Hepatites Saiba mais em http://bit.ly/2l0ZhNN A inscrição de trabalhos vai até as 23h do dia 1 de maio de 2017

16426246_1349615225099054_6692477447128463616_n

“Programa Cuidando do seu Sorriso” Prefeitura realiza mutirão de atendimento ODONTOLÓGICO na Cidade do Povo! 30/JAN a 4/FEV…

whatsapp-image-2017-01-31-at-16-31-57

Biblioteca / Estação Multimídia Portal da Saúde-DAB

dab-saude

 

Acesse a Biblioteca / Estação Multimídia no Portal da Saúde – DAB.

Consultas Públicas – CONITEC

facebook_capa3

Painel Integrado Hepatopatias na Amazônia

img-20161213-wa0009


Novo protocolo sobre microcefalia e alterações do sistema nervoso central em bebês

mosquitonaoO Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (12) o documento “Orientações Integradas de Vigilância e Atenção à Saúde no âmbito da Emergência de Saúde Pública”, elaborado pelas Secretarias de Atenção à Saúde (SAS) e Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS). Seu objetivo principal é integrar e ampliar as ações e serviços relacionados ao monitoramento das alterações no desenvolvimento, identificadas da gestação até a primeira infância, que podem ter relação com infecções pelos vírus Zika, sífilis, toxoplasmose, citomegalovírus e herpes simplex, além de outras etiologias infecciosas.

A obra apresenta as definições atualizadas para notificação, investigação e classificação dos casos, que foram elaboradas, de forma consensuada, com representantes de Sociedades Científicas Médicas, outras instituições e especialistas convidados. Também são indicadas as novas orientações para investigação laboratorial e continuidade do cuidado na Rede de Atenção à Saúde.

A publicação ainda está em fase de diagramação, mas já foi publicada no portal do Ministério da Saúde para que as novas informações possam ser consultadas por profissionais de saúde, gestores, famílias afetadas e sociedade em geral.

O documento substituirá o protocolo de “Vigilância e resposta à ocorrência de microcefalia e/ou alterações do sistema nervoso central (SNC)” e o protocolo de “Atenção à saúde e resposta à ocorrência de microcefalia”, ambos publicados em março de 2016.

Considerando as várias lacunas ainda existentes no conhecimento sobre a infecção pelo vírus Zika, deve ser ressaltado que as informações e recomendações agora divulgadas são passíveis de revisão em caso de incorporações de novos conhecimentos e evidências.

Mais informações:

Orientações Integradas de Vigilância e Atenção à Saúde no âmbito da Emergência de Saúde Pública (versão sem diagramação)

Fonte: Portal da Saúde

Acre ganha reforço de R$ 1 milhão para equipamentos e materiais permanentes

img16386Podem ser adquiridos desde equipamentos médicos até móveis e materiais de escritório para unidades que oferecem tratamento  nas áreas de doenças crônicas, sangue, transplantes e saúde mental

O Ministério da Saúde liberou R$ 1 milhão para equipar e estruturar instituições públicas e contratualizadas com o Sistema Único de Saúde (SUS) no Acre. Ao todo, 413 entidades serão beneficiadas com os recursos em todo o Brasil. Entram na lista unidades de atendimento de urgência e emergência, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs24h), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e as instituições que oferecem serviços da Estratégia Rede Cegonha. A portaria que autoriza o repasse dos recursos está disponível no Diário Oficial da União (D.O.U). Com o dinheiro, podem ser adquiridos desde insumos básicos e equipamentos médicos, como andadores, bicicletas ergométricas e audiômetros, até móveis e materiais permanentes de escritório, como mesas e computadores.

O objetivo é oferecer condições para que as secretarias estaduais e municipais de saúde tenham como promover, proteger e recuperar a saúde pública, organizando e maximizando o funcionamento dos serviços. “Estamos expandindo e consolidando os serviços, com planejamento da saúde, fortalecendo as relações com as gestões locais e gestão dos recursos que temos disponíveis, o que acaba beneficiando milhões de pessoas que passam a contar com uma assistência de mais qualidade”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

A verba, que será paga em parcela única para os estados e municípios, contempla instituições de atenção especializada em saúde com habilitação em procedimentos de média e alta complexidade voltados para tratamento de diversas áreas, como doenças crônicas, sangue e hemoderivados, transplantes e saúde mental. Unidades voltadas aos serviços de atenção às urgências e emergências, UPAs 24h e SAMU 192, também serão contemplados, assim como as instituições da Estratégia Rede Cegonha.

Ouça a reportagem da Web Rádio Saúde

REDE CEGONHA – A Rede Cegonha é uma estratégia de incentivo ao parto normal humanizado e de assistência integral à mãe e ao bebê, ofertando assistência integral à saúde das mulheres e crianças de até dois anos na rede pública, acompanhando o pré-natal, o parto e o pós-parto. As ações empreendidas pelo Ministério da Saúde nos últimos anos têm contribuído para a redução das taxas de mortalidade materna e neonatal.

Desde 2011, quando entrou em vigor, a estratégia Rede Cegonha proporciona às mulheres saúde, qualidade de vida e bem estar durante a gestação, parto, pós-parto e o desenvolvimento da criança até os dois primeiros anos de vida. A iniciativa qualifica os serviços ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no planejamento familiar, na confirmação da gravidez, no pré-natal, no parto e no puerpério. Atualmente, a Rede Cegonha desenvolve ações em 5.509 municípios, alcançando mais de 2,6 milhões de gestantes.

UF

MUNICÍPIO

ENTIDADE

VALOR

AC

RIO BRANCO

FUNDO ESTADUAL DE SAUDE DO ACRE

719.920,00

AC

RIO BRANCO

FUNDO ESTADUAL DE SAUDE DO ACRE

300.040,00

 

Por Gustavo Frasão, da Agência Saúde